Breaking News
Loading...
quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

A fala de Jair Bolsonaro (PP-RJ) para a deputada Maria do Rosário (PT-RS) tem gerado muita polêmica em Brasília e até mesmo levantado pedidos de cassação.

Mas para o deputado Marco Feliciano (PSC-SP) o deputado carioca não foi o único que quebrou com o decoro, pois foi provocado antes pela ex-ministra de Direitos Humanos. "Rosário errou ao chamar Bolsonaro de estuprador, também quebrou decoro", disse.

Feliciano foi o único parlamentar que usou o microfone da Câmara para defender Bolsonaro, lembrando que já foi atacado pelos partidos de esquerda.

"A esquerda pode xingar? Maria do Rosário pode ofender? Bolsonaro não? Isto é justo? Se ambos quebraram o decoro, por que só Bolsonaro sofreria punição? Que fique claro: o revide de Bolsonaro não isenta a responsabilidade de Rosário", afirma.

Ao lembrar o que sofreu em 2013 – quando assumiu a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara – Feliciano afirmou que o objetivo dos deputados do PT é desviar, mais uma vez, os holofotes do escândalo de corrupção para um factoide criado por eles.

"Para tirar o foco de um escândalo real – falo do estupro da Petrobrás –, criam um factoide. Ano passado o objetivo era esconder mensaleiros na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara (CCJC), por isso tentaram me demonizar. Este ano pra esconderem o escândalo do PETROLÃO e a CPMI que terminará em pizza, miram Bolsonaro."


Hermes Apollo
 

0 comentários:

Postar um comentário

Respeito é bom e todo mundo gosta. Caso os comentários sejam ofensivos ou se desviem do assunto, os moderadores tem todo o direito de removê-los.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.